Blog Pop Arte Skins

O WhatsApp dos terroristas: Playstation, Super Mario e Warcraft

O WhatsApp dos terroristas Playstation, Super Mario e Warcraft

Com a CIA e outros serviços de inteligência atrás dos terroristas e monitorando a comunicação dos canais tradicionais

A quantidade de informações que viaja de um lado para o outro através da internet é gigantesca. Infelizmente, boa parte destas informações é usada para cometer crimes – como os trágicos atentados terroristas de sexta-feira (13) em Paris, perpetrados pelo Estado Islâmico. 

Com a CIA e outros serviços de inteligência atrás dos terroristas e monitorando a comunicação dos canais tradicionais (e-mail, telefone e até o WhatsApp), eles tem usado “metódos alternativos” de comunicação, mostra a Forbes. Videogames. 

O serviço de inteligência belga tem fortes indícios de que o ISIS utiliza consoles como o Playstation 4 para se comunicar, aproveitando-se de jogos comuns como o Call of Duty – onde os terroristas podem atirar na parede, escrever suas mensagens e elas desaparecerão depois de um tempo. Super Mario Maker, do Wii U, e World of Warcraft, para computador, também são apontados como jogos possíveis em que os terroristas podiam se comunicar. 

Ou até mesmo a conversa por voz teria sido difícil para as autoridades e serviços de inteligência rastrearem. Não se sabe o quanto os serviços de inteligência prestam atenção neste tipo de comunicação, mas sabe-se que é muito menos do que computadores e celulares – e mesmo com menos tecnologia, é uma forma de comunicação muito mais segura para os terroristas. 

São 65 milhões de jogadores ativos apenas na PlayStation Network. E o pior para a inteligência é que os videogames não possuem um histórico tão grande que possa montar o perfil de um usuário. Por exemplo, ninguém usa o navegador da PSN para entrar em um site jihadista. E não há jogos mais ou menos suspeitos: até os jogos do Mario, um personagem popular entre crianças e jovens adultos podem ser usados para este objetivo. 

0 Comentários
Deixar comentário
Voltar para o topo